22/09/13

Mogadouro (ho mogadoyro): Saldanha Romana

mogadouro (ho mogadoyro): Saldanha romana

Saldanha romana

Em visita recente a Saldanha, enquadrada na campanha eleitoral em curso, deparei-me com uma estela funerária romana incrustada na parede da capela de Santa Marinha. Decidi regressar ao local com mais tempo e melhor luz para uma análise pormenorizada. E qual o meu espanto quando ao invés de uma, me deparei com... seis (!!!). Três delas têm as inscrições à vista e já estão estudadas pelos arqueólogos. As restantes estão de tal forma embutidas na construção, que apenas podemos presumir que o são, atendendo às dimensões, tonalidade e qualidade do material que é constatável a olho nu.
Sobre Saldanha e os respectivos achados romanos, já tinha falado aqui e aqui. Os arqueólogos mencionam uma grande necrópole, cuja dimensão se pode atestar pela quantidade abundante de estelas encontradas no local (algumas partidas, outras desaparecidas e outras guardadas na sala museu de Mogadouro). Esta realidade permite-nos especular sobre a existência de um (ou mais do que um) habitat romano relevante na zona da actual aldeia de Saldanha. Quanto à capela de Santa Marinha, a sua construção já foi de tal modo adulterada que será extremamente difícil tentar situar cronologicamente a sua origem (sobre a padroeira da capela, veja-se mais informação aqui). No interior conserva ainda um arco de volta quase perfeita, que aponta para uma origem medieval tardia. Mas, isto são apenas suposições...
Estela localizada no cunhal do lado esquerdo da porta de entrada, com a seguinte inscrição: D M S / CORNELIAE / FLAVINAE / UXORI / ANNORUM XXXV / M (fonte: Portal do Arqueólogo). Presumo que seja dedicada à esposa, chamada Flavínia, falecida com 35 anos de idade.
Estela situada no cunhal do lado direito da porta da entrada, com a seguinte inscrição: AM / NILLAE / ANNO L / M SVLP / FLAVO / UXORI SAN / TISSIMAE (fonte: Portal do Arqueólogo). Igualmente dedicada à esposa, falecida com 50 anos de idade.
Estela situada no interior da capela, na base esquerda do arco, com a seguinte inscrição: CAPITO / MARITVS / P (fonte: Portal do Arqueólogo).
 Cunhal do lado esquerdo, onde são observáveis, além da estela já descrita, mais três pedras que tudo aponta para que sejam igualmente estelas, atento o material e a forma que apresentam. Os arqueólogos mencionam apenas duas, mas são visíveis três.
Fotos: Antero Neto (clicar nas imagens para ampliar).
Quero deixar aqui o meu agradecimento ao Victor Valdemar Lopes,cujo contributo e presença foi importante para a possibilidade de observação integral das estelas, e ao sr. Domingos, que facultou a entrada no interior do templo.



---Latitude: 38°25'19"NLongitude: 9°15'07"E---

19/03/10

DAY #118


Uma Experiência Socialista

Um professor de economia na universidade Texas Tech disse que nunca reprovou um só aluno antes, mas tinha, uma vez, reprovado uma turma inteira.

Esta classe em particular tinha insistido que o socialismo realmente funcionava: ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e 'justo. '
O professor então disse, "Ok, vamos fazer um experiência socialista nesta turma. Ao invés de dinheiro, usaremos as suas notas nas provas."
Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam 'justas. ' Isso quis dizer que todos receberiam as mesmas notas, o que significou que ninguém seria reprovado. Isso também quis dizer, claro, que ninguém receberia um "A"...
Depois que a média das primeiras provas foram tiradas, todos receberam "B". Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não se esforçaram ficaram muito felizes com o resultado.
Quando a segunda prova foi aplicada, os preguiçosos estudaram ainda menos - eles esperavam tirar notas boas de qualquer forma. Aqueles que tinham estudado bastante no início resolveram que eles também se aproveitariam do trem da alegria das notas. Portanto, agindo contra suas tendências, eles copiaram os hábitos dos preguiçosos. Como um resultado, a segunda média das provas foi "D".
Ninguém gostou.

Depois da terceira prova, a média geral foi um "F".
As notas não voltaram a patamares mais altos mas as desavenças entre os alunos, buscas por culpados e palavrões passaram a fazer parte da atmosfera das aulas daquela turma. A busca por 'justiça' dos alunos tinha sido a principal causa das reclamações, inimizades e senso de injustiça que passaram a fazer parte daquela turma. No final das contas, ninguém queria mais estudar para beneficiar o resto da sala. Portanto, todos os alunos repetiram o ano... Para sua total surpresa.
O professor explicou que a experiência socialista tinha falhado porque ela foi baseada no menor esforço possível da parte de seus participantes.
Preguiça e mágoas foi o seu resultado. Sempre haveria fracasso na situação a partir da qual a experiência tinha começado.
"Quando a recompensa é grande", disse ele, "o esforço pelo sucesso é grande, pelo menos para alguns de nós.
Mas quando o governo elimina todas as recompensas ao tirar coisas dos outros sem o seu consentimento para dar a outros que não batalharam por elas, então o fracasso é inevitável."

"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade. Por cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber. O governo não pode dar a alguém aquilo que não tira de outro alguém. Quando metade da população entende a idéia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.
É impossível multiplicar riqueza dividindo-a. "
Adrian Rogers, 1931

---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

30/12/09

Day #117

Acaba 2009....

Boas entradas em 2010...!


Boas festas!...
Que o próximo ano de 2010, seja melhor, que tenham todos mais Paz de espirito, Saúde, que tenham verdadeiro Amor para dar ...e receber...!

...aproveitem os momentos, dias, companhias que acrescentem boas coisas na vida...





Até para o Ano ...

---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

22/12/09

Day #116

Boas Festas !
Feliz Natal !
Merry Xmas !

- A imagem que aqui estava, que era um filme bem giro, foi retirada pois o link foi alterado para um anuncio... ficam as Boas festas.. dessa altura...!

---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

03/09/09

Day #115


Jorge Sampaio e Filhotes...

FAÇAM O FAVOR DE PASSAR PARA TODA A GENTE SABER.

Soube-se a dia 27 de Agosto, pelo Público, que a jovem e distinta advogada
Vera Sampaio (terminou o curso com média de 10 val) com uma carreira de
'dezenas de anos e larga experiência' foi contratada como assessora pelo
membro do Governo, Senhor Doutor Manuel Pedro Cunha da
Silva Pereira, distinto Ministro da Presidência....

Como a tarefa não é muito cansativa foi autorizada a continuar a dar aulas
numa qualquer universidade privada onde ganha uns tostões para compor o
salário e poder aspirar a ter uma vidinha um pouco mais desafogada.
O facto de ser filha do Senhor Ex-Presidente da República das Bananas que
também dá pelo nome de Portugal, não teve nada a ver com este reconhecimento
das suas capacidades.
Nada! Juro pela saúde do Sr. Engenheiro Sócrates.

Há famílias a quem a mão do Senhor toca com a sua graça. Ámen.
Já agora, como se devem recordar, ainda relativamente a esta família,
soube-se há tempos que o filhote, depois de se ter formado, foi logo para
consultor da Portugal Telecom, onde certamente porá 'toda a sua experiência
ao serviço de todos nós.

Agora, como já ontem se disse, calhou a sorte à maninha e lá vai ela toda
lampeira em part-time para o desgoverno, onde certamente porá também
'toda a sua experiência ao serviço de todos nós.

O papá para não fugir à regra, depois de escavacar uns bons centos de
milhares de euros nossos na remodelação do um palacete ali para os lados
da Ajuda, onde instalará um gabinete, vai ser transportado pelo nosso carro,
com o nosso motorista e onde certamente, para não fugir ao lema
familiar, porá, de novo, toda a sua experiência ao serviço de todos nós.

Agora, foi nomeado Administrador da Gulbenkian...

Tudo isto, por mero acaso, se passa num sítio mal frequentado que se chama
PORTUGAL, onde um milhão e duzentas mil pessoas
vivem com uma reforma abaixo dos 375 Euros por mês.

Parece mentira, não parece ?


ESTE É MAIS UM CASO, ENTRE MUITOS, REVELADOS E DIVULGADOS ATRAVÉS DA
INTERNET, PORQUE AS TELEVISÕES DESTE PAÍS, ESTÃO BEM CONTROLADAS POR
FORÇAS OCULTAS....




---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

27/08/09

Day #114

A pensar por onde já andei, encontrei uma mapa que deverá ficar mais completo daqui a uns anos.


visited 22 states (9.77%)


Create your own visited map of The World


---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

02/07/09

DAY # 110

Genial !..
- Uma mente elucidada, realmente !!! ...e ..principalmente sem papas na língua!!
. . . deviam haver mais como ele pelo menos iguais na frontalidade e clareza de raciocínio e menos Jornalista e Políticos rascas, armados em Prof.Dr. de Economia, que falam por uma maioria a que não pertencem, que falam-falam e não dizem nada.
- Viva o Bom Senso !.. Agora, é para ver é para quando...?

http://sic.aeiou.pt/online/video/informacao/noticias-pais/2009/6/medina-carreira-em-entrevista-a-mario-crespo.htm




---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

05/06/09

DAY # 108

I'm back!

- apenas por uns dias, mas que são os meus dias!!!

estou a bordo do EXCORDIS, irei contar como correm estes dias.

Sailing in the Aegean sea ..!!

Loving Greece . . . . cada vez mais !


---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

12/04/09

DAY # 104

BOA PÁSCOA !!



PARA QUEM GOSTA DO MAR, DEIXO UM APONTAMENTO!!

Foi possível de fotografar, um momento que espero possa voltar a acontecer!






---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

25/03/09

DAY # 103


Se queres saber porque te sentes...‏

...sufocado por um mundo tão cheio de males...


- Estamos (o mundo) a ser sufocados e entalados por uns meros "ditos" que querem tudo.

Vejam estes filmes (sim, filmes ...e de mais de 1 hora) e depois pensem um pouco.

Pode parecer conspiração para nos distrair, mas há verdades.

- Basta pesquisar por alguns dos temas, nomes, documentos, que suscitam a vossa curiosidade.


Parte 1
http://video.google.com/videoplay?docid=-2282183016528882906

Parte 1+ (re-editado e com novos factos)
http://www.zeitgeistmovie.com/add_portug_brazil.htm


---

- Para desanuviar,


video

- Octopus ! ...Love !
- Santorini, Greece !!


---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

23/02/09

DAY # 102


"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal,
mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer."

Albert Einstein

A "CRISE"

(segundo "EINSTEIN")

"Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo.
A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos.
A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura.
É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias.
Quem supera a crise, supera-se a si mesmo sem ficar "superado".

Quem atribui à crise os seus fracassos e penúrias, violenta o seu próprio talento e respeita mais os problemas do que as soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência.
O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar saídas e soluções
fáceis. Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um.
Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro.
Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la"

Albert Einstein

---






TRATA-SE DA VIDA DE TODOS NÓS, ....
....
A corja !

O actual sistema político português tem sido desolador.

Pela improdutividade, pelo descontrole do seu próprio funcionamento e pelos abusos a que tem dado origem.

Aproveitando-se da índole pacífica dum povo inculto, adormecido por 40 anos de ditadura e exausto por uma prolongada guerra colonial, os chamados "democratas" apoderaram-se das instituições políticas do país, manipulando-as a seu belo prazer e cometendo os mesmos abusos, senão mais e maiores, dos que foram cometidos durante a ditadura e que tão criticados foram enquanto eram oposição.

Criaram-se Ministros, não só sem pasta, mas sem conta, Secretários de Estado "a granel", centenas de lugares de deputados, pagos a peso de ouro, inúmeros lugares de assessores, secretárias, motoristas, etc.

Se isso se sente ao nível do país que dizer dos governos regionais.

Criou-se uma pesadíssima máquina administrativa que absorve grande parte dos orçamentos regionais, para satisfação duma classe política voraz.

O que dantes se resolvia com três Governadores Civis, três Presidentes de Juntas Gerais e meia dúzia de funcionários, necessita agora de inúmeros Secretários Regionais, um sem número Directores Regionais, assessores, secretárias, motoristas a perder de vista, e automóveis.

Muitos e bons automóveis.



Também se criou um exagerado número de deputados que reúnem pouco e que são completamente desnecessários, pelo menos da maneira que funcionam, mas cujos lugares são necessários para eles mesmos.

Todas as vezes que muda um governo mudam-se centenas de administradores de empresas públicas que outra qualificação não têm do que o cartão do partido no poder. E, dada a desafogada situação económica, renovam-se também, os Directores-Gerais, os assessores, as secretárias e a frota automóvel dos diferentes departamentos governamentais, com a desculpa de que são lugares de «confiança política»!

Creio que o vulgar cidadão tem dificuldade em entender o que são lugares de «confiança política».

Poderão ser da «conveniência dos políticos», mas seguramente não por razões técnicas.

Não será o melhor gestor duma determinada empresa aquele que a desconhece por completo e que como curriculum só apresenta as credenciais partidárias.

Percebe-se a intenção das nomeações para as empresas públicas dos políticos dispensados de funções governativas e que nada têm a ver com as referidas empresas. Por certo que não no interesse das empresas nem do país.

Não seria lógico que houvesse nessas empresas uma carreira a que se teria acesso por concurso público e quem fosse tecnicamente melhor ocupasse os lugares? Assim seria num país civilizado e sério, mas em Portugal, com um regime afro-sul-americano, será nomeado o que for o mais subserviente ao PS, ao PPD ou ao CDS ou familiar dos seus dirigentes.

Quando o governo PSD substituiu o do PS e o do PS substituiu o do PSD.... o acusou de delapidar erário quase levando o pais à bancarrota e obrigando a renovados sacrifícios, ouvimos um coro de protestos do PS acusando o Governo de irresponsabilidade porque isso iria diminuir a confiança do povo e de eventuais investidores nacionais e estrangeiros. Agora, invertido o cenário, assistimos ao PS a acusar o PSD de "delapidar erário quase levando o país à bancarrota e obrigando a renovados sacrifícios" mas já não se fala no prejuízo de "diminuir a confiança do povo e de eventuais investidores nacionais e estrangeiros".

Nunca vemos, da parte de qualquer governo, a vontade de aproveitar uma ideia que lhe seja sugerida por um opositor.
São invariavelmente chumbadas na Assembleia, quantas vezes com prejuízo do país, só porque não partiram da bancada da maioria!

Assistimos frequentemente a longos e inúteis debates, por questões quantas vezes fúteis, em que uma bancada ou o governo propõe determinada lei que já tinha sido proposta pela agora oposição e que esta longamente debate a inconveniência de tal legislação que, num passado recente, tinha ela própria proposto aos deputados!!!

As lutas partidárias tornaram-se tão estéreis e ridículas como as partidas de futebol, onde impera o clubismo, o dinheiro, obscuros interesses económicos e não o interesse desportivo.
A Assembleia transformou-se também num campo desportivo, onde imperam os interesses pessoais e partidários em detrimento dos interesses do país.


O deputado pode matar, roubar, ser pedófilo, etc., que está protegido pela tutelar Assembleia! Tem direito à impunidade!

Ao deputado é permitido, dada a situação de desafogo económico do país, viajar em 1ª classe e subdividir as passagens para levar a família, a amiga e o gatinho. E ter ajudas de custo! Já não é ilegal porque o Dr. Mota Amaral propôs e permitiu a legalização da trafulhice.

Aos políticos e aos administradores das empresas públicas são concedidas benesses que ao comum dos portugueses são negadas.
Basta-lhes estarem sentados durante doze anos – e às vezes nem isso – sem produzir rigorosamente nada, para ter direito a uma choruda pensão vitalícia!

Os ministros permitem-se o gozo de férias, quatro meses após o início de funções!!! O que não é permitido ao comum dos portugueses. Mas falam em acabar nos privilégios dos políticos…
Assistimos, já com indiferença, aos políticos prometerem a lua durante as campanhas eleitorais para depois de eleitos esquecerem as promessas que fizeram e com as quais conquistaram o eleitorado.

Na vida civil chama-se a isso "publicidade enganosa" e os prevaricadores, se não tiverem "cunhas", são habitualmente punidos. Ao político, como não é responsável, tudo é permitido. É inimputável! O que para o comum dos cidadãos não é um adjectivo lisonjeiro.



Já ninguém acredita nos benefícios da subida dos impostos e do aumento dos investimentos públicos.
Sabe-se, por experiência, que o aumento dos impostos vai servir para aumentar a classe política e alimentar as benesses que ela se atribui.

Sabe-se, também por experiência, que os custos dos investimentos públicos "derrapam" sempre para benefício de quem os promove e não para benefício dos seus destinatários.
No Orçamento Regional de 2008 a verba atribuída à ALRA é de 10.412.606 €.

Esta enorme despesa significa 200.242 €uros por deputado que no próximo ano aumentará ainda!!

São 40.500 contos por cada um destes inúteis, fora seguramente as chorudas pensões de reforma conseguidas, não pelo seu mérito mas pela subserviência ao seu chefe partidário, em apenas doze anos de preguiça!

Recentemente foi eleito um jovem deputado, creio que ainda estudante universitário, cujo único mérito conhecido é o de ser filho do Presidente do Governo.

Assim aos trinta e poucos anos terá direito a uma choruda pensão de reforma sem necessidade de trabalhar ou de ter preocupações! Seguramente que lá está para defender os interesses do povo…
Ser-se deputado deixou de ser uma função. Passou a ser uma profissão. Numerosa, bem paga e com direito a chorudas pensões vitalícias.
Os deputados nos Açores são 52 para uma população de 241.763 habitantes.
A manter-se uma proporção Lisboa deveria ter 2.150, os Estados Unidos 63.026 e a China 276.811 deputados.

Alguns puristas, ainda assim, acham que temos poucos deputados.

As despesas da Assembleia da República foram de 109.818.630 €uros (22 milhões de contos) !!!!!!

Dividindo pelos 230 vorazes e inúteis deputados temos uma despesa de 477.472 € (95.724 contos!!!) por cada um dos elementos desta corja.

A inacreditável reabilitação de Salazar e do Estado Novo, 40 anos após a sua morte, deve-se unicamente à conduta política e podridão destes "democratas" que se apoderaram do poder para se servirem a si e aos seus, transformando o próprio Estado no maior ladrão e caloteiro que o país conhece, muitas vezes a coberto da lei que eles próprios inventaram.
Salazar, com todos os seus reconhecidos defeitos, nunca beneficiou a família ou a si próprio com benesses e privilégios monetários escandalosos.
Sendo um ditador quem o impediria de o ter feito?
Não o fez simplesmente porque era honesto.
Não era democrata e não o escondia.

Talvez menos pelo sistema em si, mas porque conhecia demasiado bem os nossos "democratas".
Encobriu escândalos?
Seguramente.
Mas hoje a transparência democrática também o faz, quando não consegue através da inoperante justiça ilibar os criminosos.

São os casos de óbvio enriquecimento dos detentores de cargos políticos sem que ninguém cuide de investigar como e porquê.

São os casos dos faxes de Macau, da Casa Pia, dos McCann, das viagens fantasmas dos deputados, dos Isaltinos, dos Valentins, das Fátimas Felgueiras, das derrapagens nas obras públicas, etc, etc, etc,.

A negligência demonstrada enquanto detentores de cargos de responsabilidade, pagos a peso de ouro pelos miseráveis contribuintes, é premiada com o encobrimento quando não com a promoção. São disso exemplo os casos recentes dos gestores da CGD e do Banco de Portugal.



A Democracia deixou de ser um objectivo e uma atitude perante a vida, para se tornar num álibi. Para se ser democrata não é só preciso ser-se eleito.

É imprescindível ter uma mentalidade e comportamento democrático, que definitivamente não encontramos nos nossos políticos. Tudo é permitido porque afinal são democratas e dizem defender o povo e o país. Como é óbvio…

Para um país miserável, falido, sem indústria e sem agricultura, com 500.000 desempregados, tecnicamente em recessão e com 334 mil pessoas recebem rendimento social de inserção, fonte de inaceitáveis e injustificáveis abusos, é escandaloso este estado de coisas.

Antigamente obrigavam-nos a pertencer à Mocidade Portuguesa.
Agora obrigam-nos a subvencionar os partidos políticos, quer queiramos quer não, quer acreditemos neles ou não, quando numa verdadeira democracia deveriam ser os seus militantes a fazê-lo voluntariamente.

Mal estaremos nós se tivermos de subsidiar todas as agremiações e empresas que se revelem improdutivas e não rentáveis, só para benefício dos insaciáveis que vorazmente se alimentam da política.



Já não surpreende ninguém, nem os próprios políticos, a cada vez mais elevada abstenção nos actos eleitorais. A meteorologia tem servido como explicação encontrada para justificar o desinteresse.
Se há chuva é essa a razão porque os eleitores ficam em casa.
Se faz sol é porque foram para a praia.
Se está ameno será porque foram passear.

Nunca pelo desencantamento, desinteresse e até revolta.

Votar em quem?

E para quê?

Só pelo simples prazer de mudar de embusteiro e colaborar com esta corja?

Não vale a pena…

- Que beco sem saida... que será da vida dos nossos filhos.. netos..?

"The definition of insanity is:
Doing the same thing over and over again and expecting different results."


- Albert Einstein


---


Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

02/02/09

DAY # 101

Nem Tudo na vida são assuntos sérios.

---
Um koala estava sentado numa árvore, fumando um charro...



Uma lagartixa que passava, olhou para cima e disse:
- Hei, Koala...tá tudo bem? O que estás a fazer?'




O koala disse:
- Curtindo uma broca. Sobe, pá...
A lagartixa subiu na árvore e sentou-se ao lado do koala, curtindo alguns charros. Após algum tempo, a lagartixa disse:
- Porra, Koala, tenho a boca sêca, vou beber água ao rio....

A lagartixa, desorientada com o fumo, inclinou-se muito e caiu directamente no rio.
Um jacaré, quando a viu cair, nadou até ela, ajudando-a a subir p'rá margem.
Depois, perguntou:
- Então, lagartixa? O que aconteceu?

A lagartixa explicou que ela estava curtindo umas brocas com o koala numa árvore, ficou azambuada e caiu no rio.


O jacaré disse que ia verificar esta história e, entrando da floresta, encontrou o koala sentado num galho, ganzado de todo.
O jacaré olhou para cima e disse:
- Ei! Ó tu aí em cima!





O koala olhou para baixo e disse:



- F...SE, Lagartixa ?!!.
Quanta água é que tu bebeste?!!


---
Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas ...
Que já têm a forma do nosso corpo ...
E esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares ...

É o tempo da travessia ...
E se não ousarmos fazê-la ...
Teremos ficado ... para sempre ...
À margem de nós mesmos...

Fernando Pessoa

---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

30/01/09

DAY # 100

DIA # 100 !!

-Para comemorar o 100º Dia que aqui escrevo.
Deixo um tributo ao que mais gosto e nos faz andar ainda vivos por aqui no Planeta!

video

---

Respiração da Terra

Ciclos intemporais, que convém manter, para a sobrevivência dos nossos filhos.

---


" Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta."

---

---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E
---

29/01/09

DAY # 99

Nem todos os dias são bons dias...

Deixo uma serie de photos para imaginarem o que é andar com mau tempo!





















...eu? .. eu gosto de viajar de barco à vela!



---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---

26/01/09

DAY # 98

10 THINGS SCIENCE SAYS WILL MAKE YOU HAPPY

Daily habits can affect our well-being. Here are 10 simple actions that
research has shown makes people feel good.

..............

In the last few years, psychologists and researchers have been digging up
hard data on a question previously left to philosophers:
What makes us happy?

Researchers like the father-son team Ed Diener and Robert
Biswas-Diener, Stanford psychologist Sonja Lyubomirsky, and ethicist Stephen
Post have studied people all over the world to find out how things like:
money,
attitude,
culture,
memory,
health,
altruism,
and our day-to-day habits affect our well-being.

The emerging field of positive psychology is bursting with new findings that suggest your actions can have a significant
effect on your happiness and satisfaction with life.

Here are 10 scientifically proven strategies for getting happy !

1. Savor Everyday Moments

Pause now and then to smell a rose or watch children at play. Study
participants who took time to ³savor² ordinary events that they normally
hurried through, or to think back on pleasant moments from their day,
³showed significant increases in happiness and reductions in depression,²
says psychologist Sonja Lyubomirsky.

2. Avoid Comparisons

While keeping up with the Joneses is part of American culture, comparing
ourselves with others can be damaging to happiness and self-esteem. Instead
of comparing ourselves to others, focusing on our own personal achievement
leads to greater satisfaction, according to Lyubomirsky.

3. Put Money Low on the List

People who put money high on their priority list are more at risk for
depression, anxiety, and low self-esteem, according to researchers Tim
Kasser and Richard Ryan. Their findings hold true across nations and
cultures. ³The more we seek satisfactions in material goods, the less we
find them there,² Ryan says. ³The satisfaction has a short half-life -- it¹s
very fleeting.² Money-seekers also score lower on tests of vitality and
self-actualization.

4. Have Meaningful Goals

³People who strive for something significant, whether it¹s learning a new
craft or raising moral children, are far happier than those who don¹t have
strong dreams or aspirations,² say Ed Diener and Robert Biswas-Diener. ³As
humans, we actually require a sense of meaning to thrive.² Harvard¹s
resident happiness professor, Tal Ben-Shahar, agrees, ³Happiness lies at the
intersection between pleasure and meaning. Whether at work or at home, the
goal is to engage in activities that are both personally significant and
enjoyable.²

5. Take Initiative at Work

How happy you are at work depends in part on how much initiative you take.
Researcher Amy Wrzesniewski says that when we express creativity, help
others, suggest improvements, or do additional tasks on the job, we make our
work more rewarding and feel more in control.

6. Make Friends, Treasure Family

Happier people tend to have good families, friends, and supportive
relationships, say Diener and Biswas-Diener. But it¹s not enough to be the
life of the party if you¹re surrounded by shallow acquaintances. ³We don¹t
just need relationships, we need close ones² that involve understanding and
caring.

7. Smile Even When You Don¹t Feel Like It

It sounds simple, but it works. ³Happy peopleŠsee possibilities,
opportunities, and success. When they think of the future, they are
optimistic, and when they review the past, they tend to savor the high
points,² say Diener and Biswas-Diener. Even if you weren¹t born looking at
the glass as half-full, with practice, a positive outlook can become a
habit.

8. Say Thank You Like You Mean It

People who keep gratitude journals on a weekly basis are healthier, more
optimistic, and more likely to make progress toward achieving personal
goals, according to author Robert Emmons. Research by Martin Seligman,
founder of positive psychology, revealed that people who write ³gratitude
letters² to someone who made a difference in their lives score higher on
happiness, and lower on depression -- and the effect lasts for weeks.

9. Get Out and Exercise

A Duke University study shows that exercise may be just as effective as
drugs in treating depression, without all the side effects and expense.
Other research shows that in addition to health benefits, regular exercise
offers a sense of accomplishment and opportunity for social interaction,
releases feel-good endorphins, and boosts self-esteem.

10. Give It Away, Give It Away Now!

Make altruism and giving part of your life, and be purposeful about it.
Researcher Stephen Post says helping a neighbor, volunteering, or donating
goods and services results in a ³helper¹s high,² and you get more health
benefits than you would from exercise or quitting smoking. Listening to a
friend, passing on your skills, celebrating others¹ successes, and
forgiveness also contribute to happiness, he says. Researcher Elizabeth Dunn
found that those who spend money on others reported much greater happiness
than those who spend it on themselves.

...............
---

Latitude: 38°25'19"N
Longitude: 9°15'07"E

---